Palavra do Criador Preocupação com a evolução da raça -08/2003

Preocupação com a evolução da raça

Desde que comecei a criar Pêgas, tenho a preocupação com a evolução da raça, para que fique mais completa morfologicamente e aprimorada em seu andamento com comodidade, mais forte e visualmente mais agradável.

Na busca desta evolução procuro aproveitar todo o trabalho feito até agora por meus antecessores, criadores de Pêga, acrescentando mais musculatura, mais amplitude de passadas ao andamento (este de extrema importância quando se cria animais marchadores); dorso e lombo sempre retos; muito mais ancas (força motriz do animal); aprumos sempre corretos e ligação de rins fortes (para sustentação e equilíbrio do animal, podendo assim, suportar a traia e o cavaleiro); pescoço mais angulado na borda inferior e superior ,mais leve, mais abertura de peito, arqueamento de costelas (maior capacidade respiratória), e melhoria de cascos.

Tenho dito que o Pêga deve alcançar o seu potencial de evolucão para ser admirado como belo e completo animal.

Ninguém monta na cabeça. Sem uma estrutura completa não se consegue muares com resistência. E isto é um grande problema hoje dentro da raça, pois, se valoriza extremamente o conjunto de cabeça, dando pouca valorização ao conjunto tronco e membros, o que realmente faz a diferença na parte funcional.
Andamento nem pontuado é, não da para aceitar isto.

No início, para se caracterizar e firmar a raça Pêga foi necessário esta extrema valorização mas, agora temos que continuar a evolução. Cabeça e orelhas são muito importantes como expressão racial mas, não se monta e nem se carrega nada nelas.

Vou continuar trabalhando para que o Jumento Pêga consiga realmente ser um animal com estrutura e andamento marcha comoda e macia, nunca de trote.

Sou a favor de criarmos provas funcionais para os Jumentos Pêga pois assim teríamos como identificar aqueles que além da beleza também transmitam a seus decendentes a resistência, andamento e temperamento.

Em nada contribui para a evolução da raça, um animal apenas belo, pois, com poucos minutos de trabalho ou se entrega ou tropeça, não suportando o pêso da sela ou da carga.

Por amor a raça PÊGA e respeito aos compradores tenho a certeza de estar no caminho certo.

Ricardo Abate Filho,
Araguaína, TO, 17 de agosto de 2003
Criatório Jumentos Raf
Obrigado por sua visita!